Cinema

Caixa Belas Artes terá maratona de filmes clássicos nas férias

 

Eba! Pra quem ama cinema e mora em São Paulo, o Caixa Belas Artes fará uma maratona de filmes clássicos nas férias de Julho. Se você não está habituado a assistir os clássicos, tá aí uma grande oportunidade de se dar essa chance, e se gosta mesmo de cinema, não tem como não se apaixonar. Agora, se você já é amante dos clássicos, assistir numa sala clássica, traz toda uma vibe vintage pra apreciar a sétima arte, e o melhor, com um precinho que cabe no bolso. Detalhe importante: Alguns filmes serão exibidos em 35mm.

Dois filmes dessa primeira seleção, do diretor francês François Truffaut, são considerados os tops das listas de melhores filmes do mundo, como Os incompreendidos e Jules e Jim, que são absolutamente incríveis.

As sessões ocorrem todos os dias, sempre às 18h30, com ingressos individuais por R$14 (inteira) e R$7 (meia-entrada), ou passaportes para sete sessões a R$30 – as vendas começam no sábado, 1° de julho.

Segue a programação:

Quinta-feira | 6 de julho

Os Incompreendidos (DCP) (Les 400 Coups)
França, 1959, p/b, 93 min., drama, idiomas: francês e inglês (legendado), 10 anos
Direção: François Truffaut
Elenco: Jean-pierre Leaud, Albert Remy, Guy Decomble e Claire Maurier.

A história de Antoine, um garoto de 14 anos que se rebela contra o autoritarismo da escola e o desprezo dos pais. Rejeitado, ele passa a faltar nas aulas para freqüentar cinemas ou brincar com os amigos. Consequentemente, ele vivenciará descobertas por vezes traumáticas e cometerá delitos em busca de atenção.

Sexta-feira | 7 de julho

Um só Pecado (La Peau Douce)
França, 1963, p/b, 115 min., drama, idiomas: francês e inglês (legendado), 14 anos
Direção: François Truffaut
Elenco: Françoise Dorléac, Jean Desailly e Nelly Benedetti.

Pierre, um escritor e editor casado, viaja de Paris para Lisboa e lá conhece Nicole, uma bela aeromoça por quem fica apaixonado. Logo eles iniciam um caso secreto, o que faz com que Pierre faça frequentes viagens de negócios, apenas para estar com Nicole, mas nem tudo transcorre da melhor forma.

Sábado | 8 de julho

Domicílio Conjugal (Domicile Conjugal)
França, 1970, cor, 100 min., romance, idioma: francês (legendado), 12 anos
Direção: François Truffaut
Elenco: Jean-Pierre Leaud, Claude Jade e Hiroko Berghauer.

Antoine está casado com Christine, que ele conheceu quando trabalhava como detetive. Enquanto ela dá aulas de violino, ele ainda tenta arranjar um emprego fixo. A rotina do casal começa a se desgastar quando Christine engravida e Antoine inicia um caso com uma japonesa.

Domingo | 9 de julho

Jules e Jim – Uma Mulher para Dois (Jules et Jim)
França, 1961, p/b, 105 min., romance/drama, idiomas: francês, alemão e inglês (legendado), 14 anos
Direção: François Truffaut
Elenco: Jeanne Moreau, Oskar Werner e Henri Serre.

No final do século XIX, Jules e Jim são dois amigos que se apaixonam pela mesma moça, Catherine, mas ela acaba se casando com Jules. Porém, depois da Primeira Guerra Mundial, quando eles se reencontram na Alemanha, Catherine passa a amar Jim.

Segunda-feira | 10 de julho

As Duas Inglesas e o Amor (Les Deux Anglaises et le Continent)
França, 1971, cor, 125 min., idioma: francês (legendado), 14 anos.
Direção: François Truffaut
Elenco: Jean-Pierre Leaud, Jane Lobre, Marie Mansart e Philippe Leotard.

Baseado em livro de Henri Pierre Roché, o mesmo autor de ”Jules e Jim”, a história começa quando o francês Claude se torna amigo da inglesa Anne, que o convida a ir para o País de Gales, para conhecer sua irmã Muriel e, então, nasce um inevitável triângulo amoroso.

Terça-feira | 11 de julho

De Repente, num Domingo (Vivement Dimanche!)
França, 1982, p/b, 111 min., suspense, idioma: francês (legendado), 14 anos.
Direção: François Truffaut
Elenco: Fanny Ardant, Jean Louis Trintignant e Philippe Morier-genoud.

Julien, um pacato agente imobiliário, cai em desgraça quando sua esposa e o amante dela são assassinados e ele se torna o principal suspeito. Ironicamente, sua secretária, recém despedida, passa a ser a única pessoa que acredita na inocência dele e investiga o caso por conta própria, chegando a revelações surpreendentes.

Quarta-feira | 12 de julho

O Último Metrô (Le Dernier Métro)
França, 1980, cor, 131 min., drama, idiomas: francês e alemão (legendado), 12 anos
Direção: François Truffaut
Elenco: Catherine Deneuve, Gerard Depardieu, Andrea Ferreol e Heinz Bennent.

Em 1942, durante a ocupação nazista da França, os parisienses tinham que se apressar para não perder o último Metrô, o que prejudicava as encenações teatrais, em particular num teatro cujo diretor, um judeu, teve que fugir do país.

Especial “Colônia de Férias”

06Jul 02Ago

Diariamente de 06/07 (Qui) a 02/08 (Qua) às 18:30 

Caixa Belas Artes 
Rua da Consolação, 2423 Consolação – Centro São Paulo – SP (11) 2894 5781
Estação Consolação (Metrô – Linha 2 Verde)
Ingressos: Individuais R$14 (inteira) e R$7 (meia-entrada) | Pacote para sete sessões R$30.

ver no mapa


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s