Só acho

Por que o pensamento positivo às vezes parece falhar?

 

O lema “pensar positivo” virou moda na última década. Depois do sucesso do livro “O Segredo” e seus similares, documentários, intelectuais, gurus e muita gente falando sobre o poder da mente, além dos experimentos comprovando seus impactos, é quase indiscutível que pensar positivo é fundamental. Tá, maravilha, mas por que muitas vezes parece não funcionar?

A informação muitas vezes segue incompleta pra maioria das pessoas. Precisamos considerar que o sentir tem mais importância que o pensar, visto que a potência eletromagnética e o campo elétrico do coração, são muito maiores que o do cérebro. O sentir é que cria. O pensamento é como um software, uma plataforma de desenvolvimento pra desenhar ou dar forma ao que se quer. Ou seja, o pensamento é o projeto, o sentir contrói. “Pense que já é, e então será”, esse é o primeiro ponto. Porém, muitos de nós temos grandes dificuldades em sentir como realidade, o que não nos é paupável, ou aquilo que não conseguimos ver na realidade. Imaginar e sentir que o acontecimento desejado, já seja uma realidade, pra nós, é um pouco difícil, embora o cérebro, por si só, não reconheça a diferença do que é real e do que não é. Mas este seria o primeiro e mais importante passo. Embora a gente empaque, a força do hábito nos possibilita. É uma forma de impregnar o subconsciente de que sim, é possível.

Em segundo lugar, precisamos diagnosticar se aquilo que desejamos é inerente a alma. O que significa que precisamos alinhar nossos sonhos e desejos, com os anseios da alma. Com aquilo que faz o coração bater mais forte, e os olhos brilharem. Muitas vezes o que queremos, não tem nada a ver com a gente. Isso acontece quando você possui o que almejou, e não se sente feliz com isso. Parece não ter valor, e em seguida vêm uma sensação de vazio com aquele pensamento típico “era isso”? Isso acontece quando idealizamos coisas materiais ou supérfluas, quando projetamos felicidade nas coisas, porque a plenitude mora no auto valor e não na coisa. Se uma pessoa sonha em ter um carro de luxo, por exemplo, geralmente almeja o status por trás disso: reconhecimento, fama, respeito, se tornar atraente aos olhos de quem o interessa, enfim. E às vezes a pessoa compra o carro, e nada disso vem com o carro, ou se vem, essa sensação de valor é vazia e passageira. No fim das contas, o sonho não estava aliado ao desejo da alma, se estivesse, ela se sentiria alegre com o carro, independente de qualquer coisa. Outro ponto importante, é que nem sempre o que a gente quer é bom pra gente. Às vezes o que a gente quer, traz uma dor de cabeça tão grande, que não vale a pena. O mesmo exemplo do carro de luxo pode ser usado. Ele pode ser uma ponte para uma condição de sequestro, violência, acidente, inveja, enfim, e talvez deseje nunca tê-lo tido. Eu acredito que quem não pensa e sente de forma negativa, dificilmente cria esse tipo de situação, mas é muito difícil possuir um objeto de alto valor material e não recear o pior, então, nesse caso, se você não se sentir 100% seguro, às vezes é melhor não ter.

Em terceiro lugar e não menos importante: pensar positivo, e querer controlar as coisas pra que aconteçam da forma que deseja, não é pensar positivo, é trabalhar na emoção do medo. É do medo que parte a ansiedade, as expectativas e o controle, elementos de uma fórmula perfeita da criação contrária ao que se quer. Pensar positivo significa confiar. Significa deixar seus sonhos nas mão da vida, com a fé de que tudo vai dar certo. Doando seus melhores sentimentos, imaginando como será e as sensações que isso trará, sem expectativas, sem ansiedade e sem tentar controlar nada. É o sonho solto pra vida envolto de fé, e com um pensamento de que se não der certo, tudo bem, se não for, não era pra ser, ou não seria bom pra mim. Um exemplo disso: um vendedor que quer cativar um cliente a qualquer custo, pois, só consegue pensar nos ganhos. Move mundos e fundos pra que o cliente feche com ele, e o cliente fecha. De repente dá um problema, o cliente o processa, e ganha uma dor de cabeça que não valeu a venda. Seria melhor se ele não tivesse fechado. Ou melhor. Seria melhor se o vendedor não tivesse tentado controlar a situação. Quando tentamos controlar a vida, acabamos vítimas de nós mesmos.

Por isso pensar positivo é confiar. Confie que o melhor será dado a você no tempo certo. No tempo da vida. Jamais esqueça do quando a vida é sabia e que o controle de tudo é dela. Seu controle só cabe a você mesmo. Procure se acalmar, mesmo em situações extremas. Os males sempre vêm pra bem, mesmo que a gente demore a enxergar isso. Sempre trazem ensinamento e crescimento nos fazendo enxergar ao que estamos cegos. Nosso papel aqui é se sentir feliz, confiar, sonhar e amar. O resto é ilusão do ego, que é uma projeção de identidade ilusória que te cega daquilo que é em essência. Confie no que você sente, essa é sua única realidade. Confie na vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s